30 de Junho de 2014

Uma nação de chuteiras

Brasil: nação da esperança

No coração do Brasil, pulsa o futebol. Esse sentimento do povo brasileiro ressoa forte em meu ser. (...) Oro sinceramente para que esta Festa da Esperança celebrada nos palcos verdes do Brasil, grande nação da Esperança, seja o jogo que tenha como meta o gol que toda a Humanidade deseja: a paz mundial. (Fragmentos da mensagem do presidente da SGI, dr. Daisaku Ikeda, para a Copa do Mundo de Futebol de 2014)


Por Mônica Kimura*



No metrô paulista, dezenas de olhos colados na telinha dos seus respectivos aparelhos celulares que captam ondas de TV; outros transeuntes que não têm este mesmo privilégio tentam “pegar uma carona” por cima do ombro de um e outro; jovens conversam animados em inglês, espanhol, francês e outros idiomas não identificados, vestindo camisas de seleções diversas. Também diversas são as suas etnias, mas não o bom humor e astral. Um homem mais velho ostenta a bandeira brasileira na mochila e uma senhora da melhor idade comenta o jogo da véspera com a amiga com grandes e largos gestos. Ambas levam nas sacolas o verde-amarelo da nação de chuteiras. Estas e outras cenas similares vêm se repetindo em todos os cantos deste país com mais e maior freqüência a cada dia desta Copa Mundial. Mesmo quem é contra, acaba sendo contagiado, pois a energia que emana desta festa é avassaladora!


Um inglês (fácil identifica-lo pela camisa da seleção britânica) se achega e pergunta em português claudicante: “ita-ita-itacuerao?”. Oriento-o da melhor forma e ele me conta que já foi a três Copas mas esta está sendo amazing (extraordinária). Não é o único. Segundo as crônicas que li, a maioria dos estrangeiros têm exaltado a amabilidade e a hospitalidade do povo. Mesmo em detrimento aos altos custos dos hotéis e restaurantes das cidades-sede. O povo brasileiro e sua incrível capacidade de se entregar e se doar faz dele uma nação realmente amazing!!!


Aos detratores deste mundial – enfatizo que todas as reivindicações são legítimas e válidas – gostaria de ressaltar um ponto apenas em favor e que, na minha modesta opinião, acaba por fazer valer a pena o empenho de todos os envolvidos: o sentimento generalizado de que somos todos, afinal, membros da mesma família humana!


Na mensagem enviada pelo filósofo, pacifista, poeta e presidente da SGI, dr. Daisaku Ikeda especialmente para este mundial, enfatiza que, no Brasil, “pessoas de diferentes culturas e crenças têm suas diferenças sobrepujadas, vivendo em comunhão em uma sincronia perfeita de sentimentos”, e que, “sua democracia étnica, aliada à cultura do futebol, forma uma poderosa e infalível força para criação de uma cultura de paz”. Talvez os detratores deste grande evento do esporte mundial não se atentem para isso, mas a força desta amálgama energética de sentimentos e emoções é algo que contagia positivamente cada coração e mente.


É chegada a hora de darmos valor às nossas faculdades intuitivas – tão pouco cultuadas no Ocidente – e confiarmos no poder de transformação que esta teia energética é capaz de gerar e empreendermos um novo e decisivo passo rumo à nossa plenitude como nação e como país.


É somente resgatando a nossa capacidade de sentir e intuir que podemos oferecer o nosso melhor, visualizando com clareza os gols que cada um deseja para si e para o planeta. Finalizo com um fragmento de uma das geniais crônicas esportivas do magistral Nelson Rodrigues:


Já descobrimos o Brasil e não todo o Brasil. Ainda há muito Brasil para descobrir. Não há de ser num relance, num vago e distraído olhar, que vamos sentir todo o Brasil. Este país é uma descoberta contínua e deslumbrante.


*Jornalista, especialista em Comunicação de Massa pela Universidade Soka do Japão e mestre em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.


 

Voltar para o topo

Outras notícias

Maio de 2016

Abril de 2016

Março de 2016

Fevereiro de 2016

Janeiro de 2016

Dezembro de 2015

Novembro de 2015

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI