26 de Fevereiro de 2015

Revelando o verdadeiro aspecto

Leonardo Akihiro Saito é um jovem que cresceu e se desenvolveu como líder em meio ao mundo da BSGI

Leonardo (de azul) com amigos visitando a Grande Muralha na China

Foto oficial da formatura na Universidade Soka dos EUA

O mais velho de uma prole de quatro – todos homens – Leonardo Akihiro Saito é, desde o final do ano passado, o novo líder do Núcleo de Estudantes da BSGI. Aos 29 anos tem a fala de um jovem que enfatiza sua origem e que se orgulha de suas conquistas, mas mantendo a humildade. O olhar mareja-se com as recordações porém a voz indica a maturidade de suas ações e determinações. É um jovem obstinado que nunca deixou de sonhar e de buscar a concretização de seus ideais.


Como muitos imigrantes, seus avós fizeram as malas rumo ao outro lado do planeta almejando um novo porvir. O pai aportou no Brasil aos 14 anos e, neste solo fértil, plantou sua semente. Leonardo é mais velho dos quatro filhos que nasceram nesta terra. Associou-se à BSGI e a esposa o seguiu naturalmente. O filho mais velho – Leonardo – logo passou a acompanhar a mãe nas atividades voluntárias, mesmo sem entender. “Ela me explicava que eu compreenderia futuramente”, conta. 


Cresceu e ingressou no Núcleo de Desenvolvimento da Orquestra (NDO), ligado à Orquestra Filarmônica do Humanismo Ikeda (OFBHI), tocando violino. Sempre encarou com muita naturalidade o seu envolvimento das atividades dos grupos do Núcleo Estudantil. Estudante tranqüilo e aplicado, entendia sua atuação como parte de seu desenvolvimento enquanto pessoa e futuro cidadão. “Gostava das reuniões, eram simples mas cheias de afeto e sinceridade”, ressalta.


A cada encontro sentia que era preenchido com mais e mais conteúdo essencial para o seu desenvolvimento. “Mesmo nos detalhes mais simples, havia um porquê, um motivo”, completa.


O estudo do idioma japonês foi outro de seus companheiros na infância e adolescência. Por meio dele conseguiu, em 2001 ainda um estudante do Ensino Fundamental, participar de um intercâmbio ao Japão onde encontrou-se com um líder do Núcleo de Jovens da SGI. Um encontro que mudou totalmente a sua vida. A Universidade Soka dos EUA estava iniciando suas atividades e Leonardo foi presenteado com um boton com o emblema da instituição, recém aprovado. “Ele me disse que aquele era o protótipo que havia sido apresentado ao presidente da SGI, dr. Daisaku Ikeda”, recorda-se. Depois de aprová-lo, o dr. Ikeda disse àquele jovem líder que presenteasse um estudante com o protótipo. E, por alguma razão que somente o tempo poderia explicar, Leonardo foi o escolhido para receber o presente.


Naquela viagem decidiu pela carreira futura: Relações Internacionais. “Para construir pontes entre as nações”, enfatizou. E determinou que iria para os EUA, cursar a Universidade Soka.
Determinado, não desistiu mesmo depois de duas reprovações. Na terceira, resolveu dar um tempo – estudar mais e aprimorar-se – para finalmente, em 2008, em 16 de março, receber a tão esperada carta de aprovação. Iria enfim, concretizar seu sonho, como membro da 8ª turma daquela Universidade.


 Durante sua estada em terras estadunidenses, não deixou de lado o ideal humanístico e dedicou-se também às atividades da SGI. Chegou à liderança de um dos grupos de apoio logístico e atuou com dedicação a todas as ações propostas.


“Mas tínhamos, minha família e eu, que fazer a nossa transformação conjunta”, conta em meio a uma profusão de emoções. Em 2011, em seu último ano de graduação, seu irmão caçula, Daichi de 13 anos, foi diagnosticado com linfoma. “Ele foi um grande guerreiro. Nunca desanimou e nunca perguntou ‘porque eu?’. Ele era o nosso grande incentivador, contaminando a todos com seu otimismo e valentia”. A postura do pequeno Daichi comoveu toda a família e hoje, quando se lembram dele, uma inexplicável coragem e esperança brota em seus corações. “Ele foi e sempre será um exemplo para todos nós!”, comove-se Leonardo.


A grandeza do pequeno Daichi fez com que toda a família se unisse em sua morte. Seu legado é até hoje fonte de força e coragem a todos os que o conheceram. E até a quem nunca o viu.
Em sua formatura na Universidade Soka dos EUA, Leonardo dedicou sua conquista ao irmão. Hoje, como líder dos estudantes da BSGI, ele se diz um privilegiado por poder levar a milhares de jovens mentes, um pouco do que SGI lhe proporcionou.


Em tempo: Leonardo esteve no Japão novamente e reencontrou aquele líder dos jovens que lhe dera o boton. “Caminhava por uma rua, guiado por um jovem japonês, quando sem pensar, viramos uma esquina. Estava contando a ele sobre como ganhei o boton. Perguntou o nome do jovem líder. Eu lhe disse e, no mesmo instante passava uma pessoa por nós. Ele chamou: ‘Ishiguro-san!’. Nos olhamos e nos reconhecemos. Foi um momento mágico!”, contou Leonardo emocionado. Sincronicidades do mundo da SGI...!

Voltar para o topo

Outras notícias

Maio de 2016

Abril de 2016

Março de 2016

Fevereiro de 2016

Janeiro de 2016

Dezembro de 2015

Novembro de 2015

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI