09 de Maio de 2017

Estudar tem de ser muito divertido!

Study Tour 2017 aprimora seu programa de intercâmbio

Uma das aulas do intensivão de língua e cultura do Study Tour 2017

Participantes do Study Tour apreciam obras de arte produzidas pelos alunos da Universidade Soka da América

Beatriz (em segundo plano à dir.) interagindo em uma das dinâmicas promovidas durante o curso

Rafael diverte-se enquanto aprende com sua colega japonesa

A terceira edição do Study Tour promovido pela Universidade Soka da América aconteceu entre os dias 21 e 25 de março. O programa consiste em levar 10 alunos de cada escola Soka de Ensino Fundamental e Médio (duas no Japão e uma no Brasil) À Universidade Soka da América para um intensivão de estudo do idioma inglês. No caso do Brasil, pela primeira vez, alunos do Ensino Médio puderam participar já que este nível de ensino iniciou este ano na escola brasileira. Este intercâmbio aconteceu de 20 a 25 de março, com direito a um city tour por Los Angeles e um passeio pela Disney World da Califórnia.


Segundo o diretor do Colégio Soka do Brasil, James Jun Yamauti, essa terceira edição do Study Tour promovido pela Universidade Soka da América, foi o coroamento da inauguração da sede própria da escola brasileira. Foram dias inteiros de imersão profunda no idioma o que lhes conferiu uma compreensão maior acerca da língua e da cultura que a cerca.


Foram selecionados seis estudantes do 9º ano do Fundamental II e quatro do 1º Ensino Médio. A reportagem do BSGI News conversou com dois destes estudantes: Rafael Katsumi Makiyama (9ºEF) e Beatriz Miron Moraes (1ºEM). A seleção para o Study Tour teve prova escrita e duas entrevistas, logo nos primeiros dias de aulas, no final de janeiro. Ambos disseram que foi muito difícil e chegaram a duvidar de que conseguiriam ser escolhidos, mas o bom desempenho dos dois foi exemplar e garantiu-lhes as vagas.


Beatriz estuda no Colégio Soka desde o Ensino Infantil. Todos os seus irmãos idem, o mais velho já se formou e hoje está cursando faculdade. “A escola fez com que me descobrisse. Eu era muito tímida não conseguia conversar com as pessoas”, conta Beatriz. Aos 14 anos, ela é aluna da primeira turma do Ensino Médio que iniciou este ano. A história de vida desta jovem é profundamente marcada por essa escola. Seu pai enviuvou muito cedo e sua madrasta idem. Ambos se conheceram nas reuniões de pais do Colégio e seus filhos estudavam juntos. “Eu e o Igor [filho de sua madrastaI] demos uma forcinha pra eles se conhecerem...!”, conta a menina. Assim, Paulo (pai de Beatriz e Guilherme já formado no Colégio Soka e cursando faculdade) e Rosilaine (mãe do Igor), casaram-se e hoje têm mais uma filha, a pequena Bárbara, hoje no Maternal II.


O jovem Rafael, do 9º ano do Ensino Fundamental é outro que tem no Colégio Soka uma referência grandiosa. Nasceu no Japão, mas seus pais são nipo-brasileiros e ele veio para o Brasil aos 8 anos. Diferente de Beatriz que não conheceu outra escola, Rafael tem amargas referências da escola japonesa em que estudou. Sem qualquer sombra de tristeza ou rancor, ele conta que sofreu bastante com o bullying. “Foi uma experiência ruim, mas o Colégio Soka fez com que eu superasse tudo. Aqui eu nunca tive problemas com bullying!”, exulta.


O Study Tour 2017


O dia da chegada foi reservado totalmente ao city tour pelos principais pontos turísticos de Los Angeles. No final do dia todos foram levados ao hotel onde pernoitaram durante do programa de estudos em Orange Count, a cerca de uma hora e meia de Los Angeles.


Os três dias seguintes foram dedicados ao estudo do inglês. “Mas foi tudo muito divertido!”, apressa-se em esclarecer Rafael. As noites no hotel, os alunos puderam relaxar e jogar Uno e outras brincadeiras. “Só na primeira noite fizemos tanto barulho que os responsáveis nos deram uma bronca e fomos dormir”, conta Beatriz. Segundo eles, as noites seguintes todos divertiram-se com menos algazarra. Coisas que garotos em viagem de excursão.


O último dia da viagem, como já é de praxe no Study Tour, os estudantes foram à Disney World de Los Angeles. “Foi muito legal!”, exclama Rafael com o assentimento total de Beatriz.
O saldo que ambos enfatizam foi a convivência com os colegas japoneses e a impressionante didática do programa de estudos. “Foram dias inesquecíveis! Quero muito reencontrar esses colegas um dia no Japão”, finaliza Beatriz.

Voltar para o topo

Outras notícias

Maio de 2017

Abril de 2017

Março de 2017

Fevereiro de 2017

Dezembro de 2016

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI