11 de Agosto de 2014

Dia de repensar para mudar!

Combater a poluição é dar valor à vida!

As plantas despertam o sentimento de harmonia dentro de nós, suavizam nossas emoções mais violentas, nos inspiram à poesia e, assim, nutrem nosso coração e nossa mente.


Tsunesaburo Makiguchi, geógrafo, educador e primeiro presidente da Soka Gakkai


Quando observamos atentamente o mundo ao nosso redor – não apenas com os olhos, mas apurando os ouvidos, o tato e olfato – descobrimos que nosso horizonte vai bem além das duras linhas que marcam as dimensões dos simples sentidos. Num passeio banal pelo quarteirão é possível perceber a imensa gama de cores, sons, cheiros que nos envolvem. O ser urbano por excelência tem sua percepção afetada pelas inúmeras interferências – visuais, auditivas, etc – impostas ao mundo por sua ação no meio. O Dia Nacional do Combate à Poluição, 14 de agosto, é um momento de se repensar nossas atitudes e nosso fazer. Dia de rever paradigmas para implantar mudanças significativas.


O presidente da SGI, dr. Daisaku Ikeda enfatizou que “o destino da raça humana e da terra dependem de que tipo de condição de vida cada indivíduo mantêm e que padrão de força ativa ele revela na revolução ordenada do universo”. Ainda segundo ele:


A vida é uma preciosidade. É o desabrochar das plantas na primavera, o amadurecimento das frutas no outono, o ritmo da Terra e da natureza. A vida é o canto das cigarras anunciando o fim do verão, são os pássaros migratórios rumo ao sul no límpido céu de outono, os peixes saltando em uma correnteza. A vida é a alegria que a música nos inspira, o deslumbrante cenário do pico de uma montanha avermelhada pelo brilho do raiar do sol, são as miríades de combinações e intercâmbios de fenômenos perceptíveis e imperceptíveis. A vida é tudo! [ 1]


Combater a poluição, portanto, é dar valor à vida!


Importante ressaltar que por poluição entenda-se todo tipo de degradação ao ecossistema, que altera as características biológicas, físicas e químicas do mesmo. Tais alterações podem acontecer com a subtração de elementos naturais ou também com o acréscimo de lixos e resíduos ao ecossistema. As formas de poluição mais comuns hoje em dia são a da água, do solo e do ar, mas grandes destaques já são dados à poluição sonora e visual.


A BSGI, por meio do Departamento de Cientistas, vem desenvolvendo um importante projeto de Educação Ambiental baseado na Agenda 21 [2], e na ação efetiva dos Agentes Ambientais. Cada integrante, dentro de sua comunidade, busca detectar as urgências e necessidades e, em conjunto com os demais setores, desenvolvem projetos e ações com objetivos de curto, médio e longo prazo. No bairro do Jaçanã, por exemplo, zona Norte da capital paulista, o núcleo local de Agentes Ambientais vêm obtendo grandes progressos na conscientização da população por meio da revitalização de praças e canteiros, bem como ações integradoras como palestras e oficinas, voltadas ao empoderamento e implantar em cada um o senso de pertencimento e afeto real pelo meio que o rodeia.


Os ambientalistas da BSGI são indivíduos engajados, conscientes e determinados a combater os males que a civilização criou. Pode parecer, à primeira vista, um pequeno passo, mas toda ação efetiva requer passos firmes, decididos e constantes. A história da humanidade mal começou, afinal! Há muito o que fazer e manter o espírito livre e o destemor é o caminho para um desenvolvimento pleno e constante.


 


[1] IKEDA, Daisaku. Vida, um enigma, uma jóia preciosa. Ed. Brasil Seikyo, São Paulo, 2013. pág.17


[2] Agenda 21 – Consiste em um processo de planejamento participativo nos territórios. Envolve a implantação, ali, de um Fórum composto por governo e sociedade civil, os agentes que têm a responsabilidade pela construção de um Plano Local de Desenvolvimento Sustentável, estruturando prioridades locais por meio de projetos e ações. Também são definidos os meios de implementação e as responsabilidades do governo e dos demais setores da sociedade local na realização, acompanhamento e revisão desses projetos e ações.

Voltar para o topo

Outras notícias

Julho de 2016

Junho de 2016

Maio de 2016

Abril de 2016

Março de 2016

Fevereiro de 2016

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI