19 de June de 2018

Departamento de Artistas da BSGI promove Sarau Dançante

Evento foi realizado pelo Setor de Dança que reúne profissionais desta modalidade artística

O ritmo do samba contagiou os presentes logo no início do encontro

Estúdio de dança foi o palco do Sarau

Rappers demonstraram talento e ilustraram conceitos budistas

Corpos soltos no espaço desafiam a gravidade. Sobrevoos mais do que inquietantes impingem aos incautos, sensações imagéticas, inebriantes, impressionantes, impacientes... Inquietantes! É gente que não tem outro desejo senão o de se entregar a um mundo de sensações cada vez mais catárticas e surreais.
Pois essa é a emoção da dança. Quem assiste sente-se alçado a um outro patamar de existência. E quem dança não apenas sente, mas vivencia em sua totalidade, todo um universo paralelo, repleto de sonhos, aventura e magia*.


Foi numa tarde de domingo quente – embora seja outono – que os integrantes do Setor de Dança do Departamento de Artistas – Depart – escolheram para promover o seu primeiro Sarau Dançante, cujo tema foi A Chave para a Vitória. Cerca de 30 privilegiados compareceram e usufruíram, não somente da beleza e encantamento que a expressão artística proporciona, mas também do rico conteúdo filosófico humanista do Budismo de Nichiren Daishonin da Soka Gakkai.


O Sarau aconteceu no estúdio de dança e pilates do bailarino e integrante do Depart, Sandro Mattos. Todo o encontro foi pensado para formar nas mentes do público o conceito budista dos Dez Mundos.


O evento teve início com a apresentação do bailarino e passista Jonathan Santos. Uma performance de samba no pé que literalmente esquentou o espaço e deu o tom do que viria a seguir. Segundo o próprio, “a dança é um meio de transmitir os ideais do humanismo da Soka Gakkai”.


A pergunta que veio a seguir proferida pela apresentadora, remeteu todos a uma reflexão importante: Acordamos e vamos dormir. Somos a mesma pessoa que começou o dia?
As rappers Vanessa Neris e Gyovana Mello, em sua performance, convidou a plateia a participar e entoar versos da música. Um convite a um irresistível mergulho artístico e filosófico já que a canção buscou aproximar os ouvintes da proposta filosófica do encontro.


Camila Uehara, integrante do grupo, fez seu relato de vivência online, diretamente do Japão, via Skype. Contou que sua família é associada da BSGI há 50 anos e que sua vida na dança teve início aos 3 anos. Apaixonada pela arte, sonhava conhecer o mundo dançando. Dançar e, por meio dela, transmitir o ideal de paz, cultura e educação da Soka Gakkai. “Sonhem! Não importa qual seja o sonho, nada é impossível. Basta se basear na filosofia humanística do Budismo de Nichiren, orar com a determinação de mudar a si e a tudo ao seu redor e empenhar-se com esperança para a felicidade da humanidade!’, encerrou a jovem bailarina.


A performance seguinte levou os presentes ao Velho Mundo, pela força e beleza do Flamenco, protagonizada pela bailarina Tania Ferreira. O gestual enérgico e os acordes cativantes dessa dança enfatizou ainda mais a intensidade do momento.


Na sequência, Danilo Garcia e Mayara Rosa tomaram o espaço para o estudo da matéria escolhida para o encontro: Os princípios da transformação da vida, voltados para o artista Soka.
O poeta Edson Cruz, vice-coordenador do Depart-SP, foi orador seguinte. Ele parabenizou o setor pela iniciativa e enfatizou a importância de viver em consonância com a Teoria de Criação Valores Humanos do professor e fundador da Soka Gakkai, Tsunesaburo Makiguchi. A essência dessa teoria abarca o belo, o bem e o benefício. O belo se associa aos valores sensoriais ligado a tudo que nos transmite prazer e alegria; o benefício se refere aos valores pessoais ligados à existência individual; e o bem, ao valor social está ligado à existência grupal coletiva.


A performance final foi um impressionante número de dança contemporânea com o anfitrião Sandro Mattos e Clayton Alves Brasil, do Coletivo Towanda Danza (fragmento do espetáculo em construção, Os Oito Ventos, baseado no princípio budista de mesmo nome).


*fragmento do poema Dança, de Mônica Kimura

Voltar para o topo

Outras notícias

November de 2018

August de 2018

June de 2018

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI