26 de Fevereiro de 2015

Convenção da Coordenadoria Cultural da BSGI

O evento marca um passo decisivo na história do grupo no Brasil

Panorâmica do auditório repleto na Convenção

O dia 1º de fevereiro de 2015 entrará para a história como o momento do Dinâmico Avanço dos associados membros da Coordenadoria Cultural da BSGI. Mais de 800 participantes, oriundos de todas as regiões do país encontraram-se no Centro Cultural da BSGI para aprimorarem-se como precursores do Humanismo Soka.


Desde as primeiras horas da manhã, as equipes de bastidores com seu diligente esforço prepararam os locais dos encontros. Em mensagem especialmente redigida para a ocasião, o presidente da SGI, dr. Daisaku Ikeda, ressaltou que “sem dúvida, são os senhores, membros da Coordenadoria Cultural da nossa BSGI, aqueles que se empenham ativamente dia a dia pela felicidade das pessoas e pela construção de uma sociedade melhor em meio ao conturbado mundo atual, empunhando alto a bandeira (..) da dignidade da vida, e buscando a fundo o caminho correto e seguro da construção da paz e da cultura”.


Três relatos de vidas dedicadas à propagação do Humanismo Soka foram destaque no encontro. O ator Carmo Dalla Vecchia abriu este espaço declarando-se um humanista e que todas as conquistas enquanto artista é fruto de sua dedicação como associado da BSGI. O também ator e diretor teatral Ronaldo Robles, enfatizou que sua vida profissional e dentro da organização são concomitantes. Fechou o ano de 2014 com uma grande realização: foi à Macedônia a convite levando sua companhia teatral para uma turnê. A advogada Hilda Fujii teve uma vida marcada pela superação. Enfrentou a morte de seu marido ainda muito jovem, o desafio de criar sozinha os dois filhos pequenos, a faculdade de Direito, um câncer de mama de sua mãe. “Amo minha profissão!”, declarou uma Hilda vencedora e realizada, que empenha sua vida para fazer a justiça do humanismo Soka prosperar e disseminar-se por toda a sociedade.


No encontro foram estabelecidas duas diretrizes básicas para a Coordenadoria:



  1. Promoção concreta do humanismo fundamentada na filosofia humanística do budismo de Nitiren Daishonin; e

  2. Estender os ramos e flores do grande tronco idealístico da BSGI para a sociedade.


O coordenador cultural, Antonio Nakamura, enfatizou que é tarefa de todos os membros “transformar, inspirar e liderar com base na filosofia humanística da SGI”. Segundo ele, a ação que se expande não é aquela centrada no indivíduo, mas aquela que derruba paradigmas.


Já o vice-presidente da BSGI, Naoto Yoshikawa, citou as palavras do grande educador Paulo Freire: “não há saber mais ou saber menos, há saberes diferentes”. Temos que utilizar o conhecimento – sempre – para adquirir sabedoria para agir da melhor forma em prol de cada ser humano.


A última cena da parte matinal da Convenção literalmente levantou todos os presentes com as impressionantes apresentações do Coro Filarmônico, da OFBHI e do majestoso grupo Samba do Rio de Janeiro.


Na parte vespertina, os núcleos e departamentos componentes da Coordenadoria promoveram cada qual o seu encontro com o propósito de apresentar metas e planos de ação para os próximos anos.


Associada na BSGI há somente três anos e integrante do Departamento de Artistas, Maíra Garrido do Rio de Janeiro participou pela primeira vez de uma Convenção da Coordenadoria Cultural e disse sentir-se “extasiada”. “Não tenho palavras. É a primeira vez que me sinto realmente em contato com o ideal da SGI”, emocionou-se Maíra.


Já para Dora Lima, de São Paulo, membro do Departamento de Cientistas, “a reunião foi maravilhosa com relatos de vida repletos de profundas transformações. A intensidade de cada história me motivou a renovar as minhas decisões, a fim de alcançar novos objetivos, muito mais audaciosos”.


A Coordenadoria Cultural


Surgiu da necessidade de agregar profissionais em departamentos específicos, com o propósito de proporcionar infra-estrutura e suporte adequados, voltados ao desenvolvimento de cada integrante, oferecendo orientações sobre a prática e fé por meio do estudo, e a organização. Além disso, despertar cada um para o ideal como seres humanos que tiveram a boa sorte de tornarem-se profissionais em suas áreas e, por conta disso, são portadores de imenso potencial para a promoção da cidadania, o desenvolvimento social e a justiça. Munidos deste arsenal são capazes de disseminar o ideal humanístico da SGI orientando um novo século com foco no ser humano.


A meta fundamental da Coordenadoria Cultural é reunir seres humanos plenos que, como profissionais das mais diversas áreas de atuação, esforcem-se em contribuir para o enriquecimento do coração das pessoas e que desenvolvam a capacidade de incentivá-las a construir um novo século de saudáveis e produtivas relações humanas que vençam a injustiça e a miséria.


 

Voltar para o topo

Outras notícias

Agosto de 2016

Julho de 2016

Junho de 2016

Maio de 2016

Abril de 2016

Março de 2016

Fevereiro de 2016

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI