28 de Março de 2014

Atitude e preservação!

Colégio tradicional da capital paulista recebe exposição Sementes da Mudança

Vivência ambiental com alunos

Nos painéis, imagens e texto se integram para conduzir à reflexão sobre as questões ambientais mais cruciais para a continuidade da vida na Terra. A pedido da direção do Colégio Rio Branco, uma das mais tradicionais instituições de ensino da capital paulista, a exposição Sementes da Mudança – a Carta da Terra e o potencial humano foi montada no espaço da escola entre os dias 17 e 21 de março.


Segundo a professora da instituição e associada da BSGI, Neusa Sallai, o colégio mantém um grupo que se dedica ao estudo de questões socioambientais, o R.E.A.J.A. (Reação, Equilíbrio, Ação Junto ao Ambiente) do qual faz parte. A escolha do período da mostra é uma lembrança e homenagem ao Dia Internacional da Água (22 de março).


Já para a BSGI, a exposição neste local veio ao encontro com a proposta do Nucleo Socioambiental composto por associados desta região da cidade. O objetivo foi compor forças em favor da comunidade local e também realizar um mapeamento em parceria com o Departamento de Cientistas e atuação direta dos universitários, com o propósito de identificar os pontos de atuação prioritários. A partir deste levantamento, os demais grupos da BSGI local pretendem elaborar um plano de ação que possa levar exposições, palestras e oficinas aos locais que se constituam em pólos disseminadores de informação. Estas ações reverberarão na forma de uma educação verdadeiramente transformadora.


Um dos pontos fortes da ação neste colégio foi a Oficina de Educação Ambiental. Em um espaço ambientado para causar um poderoso impacto sensorial, crianças descalças e de olhos vendados, percorrem um caminho e nele são tocadas por múltiplas sensações olfativas e auditivas. "Nessa experiência, podemos ver tudo que a natureza nos oferece e o que o homem faz com ela. Faz-nos pensar que as necessidades do presente não podem comprometer o futuro", comentou a professora Valquíria Rodrigues, diretora assistente da Unidade.


“Ficamos muito gratos pela direção do colégio, que nos recebeu de braços abertos e com certeza outras formas de intercambio vão surgir depois deste significativo evento”, ilustrou Henrique Onuki, coordenador do Núcleo Socioambiental da BSGI local . Ele enfatizou a atuação do grupo R.E.A.J.A. que, além de desenvolver varias atividades ligadas às questões ambientais, foi fundamental para a concretização do projeto da exposição. “Já fomos consultados para parcerias futuras”, enfatiza.


Outro ponto decisivo para a BSGI, foi a chance de levar a vivência da Oficina para cerca de mil crianças e o estudo da exposição todos os demais. É a sustentabilidade sendo construída a partir da conscientização de uma geração que vai herdar a sociedade e, com certeza, terá mais subsídios para a tomada das decisões que impactarão todos os anos vindouros.

Voltar para o topo

Outras notícias

Julho de 2016

Junho de 2016

Maio de 2016

Abril de 2016

Março de 2016

Fevereiro de 2016

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI