19 de October de 2020

60 anos de luta de mestre e discípulo!

Há seis décadas a história se iniciou com a chegada ao Brasil do então 3º presidente da Soka Gakkai, o jovem Daisaku Ikeda em sua primeira viagem internacional.

Um voo histórico que espalhou as sementes da esperança e hoje resulta em um grandiosa organização!

A missão: plantar as sementes da filosofia humanística do budismo de Nichiren Daishonin para além das terras do Japão. A reunião oficial se deu no dia 20 de outubro, mas comemora-se a data de chegada – dia 19 – como o dia da fundação da BSGI devido o simbolismo dessa chegada.


Havia um clima de incertezas, tanto por parte da comitiva quanto do lado dos membros do Brasil, devido às dificuldades de comunicação entre os dois grupos. Sabia-se de antemão que residiam cerca de 100 famílias de origem japonesa, imigradas alguns anos antes. Nem sequer tinham informação de que estas pessoas soubessem da visita. A única comunicação fora publicada em um jornal da colônia japonesa no Brasil. Nesse ponto é que surge a força do elo de ligação entre o mestre e o discípulo.


Fundo de cena: a comitiva da Soka Gakkai, que passara pelos EUA e Canadá num intenso roteiro de atividades deixou seus integrantes exaustos. A saúde frágil do jovem Ikeda o deixara particularmente estafado e bastante debilitado. Seus companheiros o aconselharam a não se arriscar, temendo por sua vida. “Contudo, eu irei! (...) Se tiver que tombar, tombarei em combate. Que mal pode haver nisso?”, foi a frase icônica que vem sendo um símbolo e um marco na história da BSGI. Do lado dos membros, ao tomarem conhecimento da visita iminente pelo jornal, cada qual se organizou como pode desafiando todas as circunstâncias – a maior parte desses pioneiros eram lavradores e sofriam com grandes dificuldades econômicas. Sem ter maiores conhecimentos, um grupo de algumas dezenas de pessoas se dirigiu ao aeroporto e, por horas a fio, para se destacarem e se identificarem como membros da Gakkai, entoarem a canção “Ifu dodo” (Imponente avanço). Os versos dessa canção (abaixo) representam com exatidão o sentimento desses pioneiros:


Mesmo que agora me encontre abatido,
uma vez que integro a marcha da Paz Mundial,
levanto-me com indomável coragem (...)
Nós, da Gakkai, avançamos
Com dignidade
Manifestemos nossa fé
E avancemos imponentes.
Essa é a nossa convicção."


Quando a comitiva da Soka Gakkai finalmente chegou ao Brasil, cansada e repleta de incertezas, um som familiar ressoou como um alento. As vozes dos que entoavam a canção, embora já estivessem há horas naquele estranho ritual, mantinham-se inabaláveis. Nos corações de cada pessoa, a certeza de estarem vivenciando um momento ímpar. Aos que aqui chegavam, um forte sentimento de coragem foi dissipando as incertezas e a exaustão.


O encontro que se seguiu entre os dois grupos foi a consolidação da genuína ligação entre o mestre e seus discípulos. E, mesmo hoje, é uma preciosa luz a resplandecer na história da Soka Gakkai do Brasil e há de refulgir incólume nos corações e mentes de todos os integrantes da BSGI de hoje e de sempre!

Voltar para o topo

Outras notícias

November de 2020

October de 2020

September de 2020

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI