17 de December de 2018

Palco maior do país recebe os sons do Humanismo Soka

OFBHI se apresenta no Theatro Municipal de São Paulo

Orquestra da BSGI em concerto

Visão panorâmica da grande sala de exibições

Todos os componentes em pose para a posteridade

A cada acorde um sopro de vitalidade e esperança. Assistir ao concerto da Orquestra Filarmônica do Humanismo Ikeda – OFBHI – no Theatro Municipal de São Paulo no dia 18 de novembro, data da fundação da Soka Gakkai, foi algo além do imaginado. Não somente a exata e perfeita vibração do ar soprada ou friccionada através de um instrumento resultou em sons inigualáveis, mas o sentimento de cada integrante era palpável a cada melodia interpretada. Foi a realização de um grande sonho!


O privilegiado público sentiu-se parte da orquestra, alçado a um novo e espetacular patamar de existência ao longo do pouco mais de 90 minutos de puro encantamento.


A regência foi do maestro Alexandre Pinto, e o repertório eclético encantou a plateia com obras clássicas internacionais como a Abertura Egmont de Beethoven, e obras instrumentais brasileiras, como Suíte Nordestina do Maestro Duda, para comemorar os 25 anos de fundação da OFBHI e 88 anos da Soka Gakkai.


O final da apresentação celebrou a grande meta de todos os membros da SGI, um arranjo próprio e magistral fundindo duas das maiores canções da Soka Gakkai, Paz Mundial e Revolução Humana.
O inevitável bis e êxtase final tinha que contemplar a composição própria do grupo, A Longa e Distante Correnteza do Amazonas, baseada em poema homônimo de Daisaku Ikeda. Concerto que ficará gravado nas retinas e sistemas auditivos de todos os felizardos presentes!


Foi a segunda performance do grupo nesse palco. Em 2017, a Camerata Ikeda, conjunto de cordas da OFBHI, se apresentou pela primeira vez no Theatro Municipal. Para este concerto de estreia com a formação completa, os músicos acorreram de todo o Brasil para integrar o espetáculo: Brasília-DF; Rio de Janeiro-RJ; Vale do Paraíba-SP; Curitiba-PR; Ribeirão Preto-SP; e Santarém-PA. A integrante do Pará Eika Okada cruzou o país para estar nesse momento junto com a OFBHI: “Eu toco violino há cinco anos e faço parte da orquestra há dois. A viagem até São Paulo é exaustiva, mas valeu a pena e passaria pelos obstáculos de novo. É um sonho estar aqui, nesse palco tão importante para a arte do Brasil. É uma honra estar aqui representando a Amazônia.”


A apresentação iniciou ao meio-dia, mas desde cedo os músicos já estavam no espaço se preparando para a estreia. Bruno Shiraishi Costa, de São Paulo, tem apenas 12 anos e tocou violino junto com a OFBHI representando o Núcleo de Desenvolvimento da Orquestra (NDO). “Já toquei duas vezes junto com a orquestra, mas é a primeira vez que estou no Theatro Municipal. Estou muito feliz por estar aqui, é a realização de um sonho. Adoro fazer parte do NDO, toco desde muito novo e lá fiz grandiosos amigos.”


O público, entusiasmado, tomou o teatro paulista, muitos demonstrando a alegria de estar ali pela primeira vez. Rosangela Cunha, de São Paulo, era uma dessas pessoas. “É a primeira vez que venho ao Theatro Municipal, não esperava que fosse tão magnífico”, exclamou. Paulo Ruffo foi a convite da família assistir ao espetáculo e não é associado da BSGI. “Sou apreciador de música clássica e a apresentação foi excelente, fiquei surpreso. É a primeira vez que assisto à orquestra, o repertório me deixou encantado!”


Amaral Vieira, pianista, compositor e orientador artístico da OFBHI, e sua esposa, sra. Yara, após a apresentação, enviaram a seguinte mensagem aos músicos: “Vocês criaram um novo ponto de referência para o nosso conjunto sinfônico, o que nos deixa muito felizes e confiantes de que estamos caminhando rigorosamente na direção que nos foi apontada pelo fundador dr. Daisaku Ikeda naquela memorável e inesquecível tarde de domingo de 1993 [dia da fundação da OFBHI].


Soka Gakkai e música ¬— um só ritmo que une nações


Herbie Hancock, um dos maiores jazzistas do mundo e membro da Soka Gakkai nos Estados Unidos, estava em turnê no Brasil no período da apresentação da OFBHI e enviou vídeo parabenizando a orquestra pela apresentação. Num trecho do vídeo, Herbie afirmou, entusiasmado: “Sei que a apresentação de vocês será espetacular, pois o pensamento e o espírito de vocês estão voltados à esperança e ao respeito aos seres humanos. E vocês devem levar a mensagem do coração para as pessoas de todo o mundo. Sei que farão o seu melhor. Acredito em vocês”.


Com a colaboração da redação do jornal Brasil Seikyo

Voltar para o topo

Outras notícias

December de 2018

November de 2018

August de 2018

Mais notícias

Notícias + lidas

Sede Central da BSGI
Rua Tamandaré, 1007
Liberdade - São Paulo - SP
Brasil
CEP: 01525-001
Telefone
+55 11 3274-1800

Informações
informacoes@bsgi.org.br

Relações Públicas
rp@bsgi.org.br
Informações Gerais
Contatos
Newsletter

Redes Sociais
Facebook
YouTube
Instagram
Twitter
Sites Relacionados
Soka Gakkai Internacional
Daisaku Ikeda
Josei Toda
Tsunesaburo Makiguchi
Cultura de Paz
Editora Brasil Seikyo
CEPEAM
SGI Quarterly
Escola Soka do Brasil
Extranet BSGI